Pular para o conteúdo

Como fazer um bom plano de manutenção para equipamentos hospitalares?

Os equipamentos hospitalares representam um importante ativo para as organizações do segmento.  A falta de gestão e manutenção pode representar a perda de muito dinheiro, sem falar que no impacto na percepção de valor dos pacientes e usuários dos serviços médico-hospitalares. 

Diferente de outros setores, equipamentos hospitalares são feitos para durar. Nesse sentido, um bom plano de manutenção manterá os custos baixos, diminuindo a necessidade de novos dispositivos, garantindo que os equipamentos permaneçam em condições confiáveis.

Como desenvolver um plano de manutenção de equipamentos?

Administradores de hospitais e profissionais de engenharia clínica, têm a tarefa de formular planos de manutenção dos equipamentos. Eles também devem colaborar com as partes que regulam os padrões de manutenção. A política e o processo de gerenciamento de equipamentos devem incluir o seguinte:

  • Criar um inventário de todos os equipamentos médicos usados na instalação;
  • Obter recomendações dos fabricantes para manutenção;
  • Confirmar as credenciais de empresas e indivíduos encarregados de manter o equipamento;
  • Anotar os equipamentos de alto risco que exigem 100% de conformidade;
  • Criar procedimentos para inspeção.

Tudo isso tendo com objetivo prolongar a vida útil dos equipamentos e reduzir falhas com medidas preventivas.

Como implementar um plano de manutenção de equipamentos?

Um plano de manutenção eficaz tem três níveis – planejamento, gerenciamento e implementação.

Planejamento: Os administradores que elaboram o plano de gerenciamento de manutenção precisam considerar os custos financeiros, recursos humanos e logística física. Essas considerações devem ser equilibradas ao implementar um plano, de modo que as finanças sejam equilibradas e os recursos sejam delegados em ordem de prioridade.

Gestão: O segundo braço da camada de manutenção é um departamento de gerenciamento que pode examinar continuamente como os elementos do plano estão funcionando e direcionar recursos adequadamente.

Implementação: Quando um plano é confirmado e os recursos alocados, os departamentos administrativo e engenharia clínica devem colaborar e se comunicar de forma transparente. Isso resultará na alta performance dos processos de manutenção dos equipamentos hospitalares da unidade.

E aí esse conteúdo te ajudou? Que tal ver na prática como aplicar esses processos com um sistema consistente para a sua organização?

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *